O cenário atual dos negócios pede decisões cada vez mais rápidas e assertivas, embasadas pela qualidade de suas informações. Automatizar processos é uma boa maneira de enfrentar esse desafio, sobretudo na área de ciência de dados.

Estima-se hoje que quase metade das tarefas da ciência de dados será automatizada até 2020. Uma evolução que não apenas aumentará a produtividade das empresas, como favorecerá um maior uso de dados e maior participação dos chamados citizen data scientists no mercado.

O trabalho dos citizen data scientists está inserido entre os analistas de negócios e os cientistas de dados convencionais. Eles não apenas detém os dados, como também apresentam uma visão mais ampla dos negócios. Com isso, geram o valor que suporta a tomada de decisões.

A grande missão das empresas para o futuro próximo é fazer com que a automação de tarefas, tais como integração de dados e construção de modelos, simplifique processos e facilite a utilização dos dados pelos citizen data scientists, fornecendo analytics sem que haja a necessidade de possuir habilidades ou conhecimentos mais profundos dos cientistas de dados convencionais.

Com processos mais simplificados e análises mais assertivas, criam-se condições favoráveis para a inovação dos mercados, impactando os futuros negócios da chamada transformação digital.

Sabe aquele velho ditado “a prática leva à perfeição”? Comece a pensar na automatização como um meio de simplificar processos através da repetição de tarefas. E, também, no papel dos citizen data scientists para ter maior capacidade de análise e o poder de realizar as melhores escolhas.