fbpx

Em qualquer ambiente, principalmente o corporativo, é normal que nos relacionemos mais com quem temos maior afinidade. E essa afinidade pode ter sido definida também naturalmente, pela vizinhança de baia, gostos pessoais ou até mesmo um “bom dia” perto do cafezinho.

A partir daí, em nome da comodidade, você escolhe se relacionar com essas mesmas pessoas ao longo dos dias. Por um lado é positivo, afinal, quem não quer ter amigos no trabalho, almoçar com eles todos os dias? Por outro, você acaba se limitando aquele círculo perdendo a chance de conhecer outras experiências, outras formas de pensar, de aprender, inovar.

Tudo isso nem falar no lado da empresa. Muitas vezes ela exige conhecimentos e habilidades específicos que ainda não foram (ou já deveriam ter sido?) totalmente desenvolvidos pelos colaboradores de forma isolada. Mas que encontram no convívioem equipe uma possibilidade para aflorá-las.

O que é Team Building, afinal?

Trata-se de um conjunto de atividades lúdicas que visam fortalecer o engajamento e a integração de equipes, motivando pessoas a atingirem grandes metas. As atividades de Team Building devem possuir objetivos e desafios específicos, de forma a promover o autoconhecimento, a troca de experiências, o espírito de equipe para lidar com determinadas situações.

Team Building: Use a imaginação.

A criação de atividades de Team Building tem sido determinante para unir equipes em torno de um ideal. A sinergia entre seus membros pode ser estimulada através de modalidades diversas, realizadas indoor ou outdoor.

Aqui damos como exemplos atividades de caráter esportivo (esportes radicais entre equipes), intelectual (montagem de quiz de perguntas e respostas), criativo (confecção de instrumentos musicais, oficinas de arte) e organizacional (cozinhar juntos), mas não existem limites para formatar sua atividade. O importante é que ela tenha um propósito e transmita aquilo que a equipe deve absorver para desenvolver-se e buscar o objetivo traçado.