Dirigir pela cidade buscando o melhor trajeto. Encomendar um produto que é a “a sua cara” no e-commerce. Assistir a um filme recomendado pela plataforma de streaming. Pesquisar o melhor preço de passagens aéreas. Analisar a sua performance durante o treino de corrida.
Sabe o que tudo isso tem em comum? Algoritmos inteligentes revolucionando a maneira como você vive, permitindo que faça escolhas inteligentes.

Algoritmos são a base da inteligência artificial. Podem ser definidos por um conjunto de regras ou sequência lógica de ações para solucionar um problema ou executar uma determinada tarefa. Trata-se de um termo inserido na linguagem de programação das máquinas.

Você pode até não se dar conta, mas são esses algoritmos que entregam melhores experiências de consumo até nós, antecipando necessidades, sugerindo recomendações de compra, analisando padrões e histórico, interagindo conosco e solucionando problemas através de chat bots, entre outras múltiplas funcionalidades.

Mesmo com tudo isso acontecendo, as empresas brasileiras ainda não acordaram plenamente para essa mudança. O fato é que dentro de poucos anos ninguém estará imune aos impactos causados pela inteligência artificial. Quem não souber se adequar, perderá em competitividade e participação no mercado.

Para que sua empresa comece a pensar sobre o assunto e se mantenha relevante pelos próximos anos, listamos a seguir alguns aspectos-chave para a adoção de algoritmos e inteligência artificial em seu ramo de atividades.

Mudança de Cultura

Formar talentos para novas demandas da era digital. Permitir o desenvolvimento de um perfil mais empreendedor, que conheça e esteja preparado para os riscos através da vontade de inovar.

Talentos

Já que falamos em preparação, é preciso investir no conhecimento. Educar talentos às novas tecnologias e bases para seu funcionamento, como a ciência da computação, machine e deep learning, linguagem de programação, entre outras.

Integração

Estimular a troca de conhecimento entre os profissionais, fazer com que tenham experiências diversas e trabalhem em conjunto para impulsionar o surgimento de novas soluções.

Investimento

Apostar sem medo nas novas tecnologias, alocando recurso para viabilizar o surgimento de novos talentos e soluções inovadoras.

Regulação

Apoiar leis ou normas regulatórias que reduzam a burocracia das empresas e permitam que elas possam investir em pesquisas e projetos de inovação.